SOLICITAÇÕES
| 41 3595-8300

CRESCER E SAIR DO SIMPLES: EVOLUÇÃO OU MORTE SÚBITA, DIRETOR DO IBPT ESCLARECE O TEMA

 

Quais os riscos que envolvem a saída do Simples e como fica a tributação com as novas regras para 2018? Segundo Cristiano Yazbek, diretor de Negócios do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação-IBPT o regime tributário do Lucro Presumido é a opção cuja arrecadação tributária apresenta maior impacto sobre a margem de lucratividade, sendo assim, torna-se o menos atrativo dentre de todos os regimes tributários. “Agora mais do que nunca, é imprescindível ao empresário realizar seu planejamento tributário com muita cautela e fazer muitos cálculos referentes à sua atividade para minimizar possíveis riscos,” alerta o especialista.

 

Yazbek abordou o assunto Crescer e sair do Simples: Evolução ou morte súbita, durante o Encontro Nacional ABRINT 2017, que aconteceu no Centro de Convenções Frei Caneca, no período de 31/05 até 02/06, quando  alertou para uma plateia compostas por muitos empresário sobre as principais alterações no Simples Nacional que devem entrar em vigência no ano de 2018, os novos limites e alíquotas e também comentou que  o Simples Nacional 2018 “ameniza a barreira de crescimento relacionada à tributação pelo Lucro Presumido e Lucro Real”, enfatizando que a possível mudança na unificação do PIS/COFINS afetará o setor.

 

Palestrante: Cristiano Lisboa Yazbek

Inscrito na OAB/PR sob o nº 40.443 e OAB/SP nº 341.684;

Mestre em Direito Econômico e Socioambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR);

Especialista em Legislação e Planejamento Tributário pela Universidade Positivo;

Bacharel em direito pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI);

Diretor do IBPT - Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. Autor de artigos, pareceres e estudos jurídicos;

Sócio da Amaral, Yazbek Advogados.