SOLICITAÇÕES
| 41 3595-8300

AÇÕES JUDICIAIS GARANTEM REDUÇÃO E RECUPERAÇÃO DE TRIBUTOS SOBRE SERVIÇOS DE PRATICAGEM

A praticagem é a função de assessoria ao comandante de navios, praticada por um profissional especializado, que possui conhecimentos técnicos a respeito de navegação, condução e manobra de navios. A atividade é regulamentada pela Lei de Segurança da Navegação (9.537/1997) e proporciona maior segurança à navegação, além de garantir proteção a preservação do meio ambiente e à sociedade.

 

O ofício movimenta, em média, mais de 4 bilhões de reais anualmente e apesar dessa receita considerável, boa parte do dinheiro acaba como tributo e contribuições - o que significa que as empresas podem estar pagando mais impostos do que deveriam.

 

A notícia positiva é que, em muitos casos, existe a possibilidade de reduzir e até mesmo recuperar o custo fiscal por meio de ações judiciais, entre elas:

 

 

  1. Exclusão dos tributos (ISS, PIS e COFINS) da base de cálculo do PIS e COFINS/faturamento

 

O julgamento pelo STF do Recurso Extraordinário 574.706/PR determinou que o ICMS não pode ser incluído na base de cálculo do PIS e da COFINS, em virtude de o tributo ser receita unicamente do Estado.

 

Por pertinência jurídica da matéria e por manifestações dos Tribunais Superiores favoráveis aos contribuintes – é possível discutir judicialmente a possibilidade de exclusão, não apenas do ICMS, quanto dos demais tributos da base de cálculo do PIS e da COFINS, que, a título exemplificativa, pode estar composta com o ICMS-ST (nos casos em que figura como substituído), ISS, PIS e COFINS próprios da operação e demais tributos, analisáveis caso a caso.

 

  1. Não incidência de contribuição previdenciária RAT e contribuição de terceiros sobre verbas trabalhistas: aviso prévio indenizado, décimo terceiro proporcional ao aviso prévio indenizado e aos primeiros 15 dias de afastamento no caso de doença e acidente e terço constitucional de férias

O entendimento do Superior Tribunal de Justiça é pacífico quanto a não incidência das contribuições ora referidas sobre o terço constitucional de férias, aviso prévio indenizado e valores pagos pelo empregador ao empregado pelos primeiros 15 dias de afastamento antecedentes ao auxílio doença ou acidente. Quanto as férias gozadas e décimo terceiro salário proporcional ao aviso prévio indenizado ainda há divergência.

Clique abaixo e conheça outras ações judiciais que objetivam a redução e recuperação de tributos sobre serviços de praticagem.

Para mais informações, entre em contato com a equipe da Amaral, Yazbek Advogados!

Leia também

  • 12-07-2018
O que mudou para as microempresas e empresas de pequeno porte com a Lei Complementar 155/2016? Simples Nacional / Principais Alterações
Existem hoje aproximadamente cinco milhões de microempresas e empresas de pequeno porte em todo o país, e por volta de sete milhões de microempreendedores individuais. Atualmente, este total é responsável por cerca de 75% de todos os CNPJs do Br...
  • 03-07-2018
Você sabe o que é a LAI (Lei de Acesso à Informação) e como utilizá-la?
Nós já comentamos anteriormente aqui no blog da Amaral, Yazbek Advogados sobre a LAI (Lei de Acesso à Informação), em como ela está diretamente ligada ao Direito da Inteligência de Negócios. Hoje, iremos esmiuçar um pouco este assunto, de mo...
  • 14-06-2018
COMÉRCIO EXTERIOR: ENTENDENDO O COMEX STAT
Dr. Arthur Achiles de Souza Correa O governo brasileiro disponibiliza  dados e estatísticas com o intuito de promover mais diálogo entre os agentes de comércio exterior. Até abril deste ano, essas informações eram acessadas por meio do Ali...
  • 30-05-2018
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
De acordo com o Governo, os números apontam que a Previdência tem um déficit crescente de centenas de bilhões de reais anualmente. Essa conta compara a arrecadação das contribuições previdenciárias - tanto de empregados, quanto de empregado...