SOLICITAÇÕES
| 41 3595-8300

AÇÕES JUDICIAIS GARANTEM REDUÇÃO E RECUPERAÇÃO DE TRIBUTOS SOBRE SERVIÇOS DE PRATICAGEM

A praticagem é a função de assessoria ao comandante de navios, praticada por um profissional especializado, que possui conhecimentos técnicos a respeito de navegação, condução e manobra de navios. A atividade é regulamentada pela Lei de Segurança da Navegação (9.537/1997) e proporciona maior segurança à navegação, além de garantir proteção a preservação do meio ambiente e à sociedade.

 

O ofício movimenta, em média, mais de 4 bilhões de reais anualmente e apesar dessa receita considerável, boa parte do dinheiro acaba como tributo e contribuições - o que significa que as empresas podem estar pagando mais impostos do que deveriam.

 

A notícia positiva é que, em muitos casos, existe a possibilidade de reduzir e até mesmo recuperar o custo fiscal por meio de ações judiciais, entre elas:

 

 

  1. Exclusão dos tributos (ISS, PIS e COFINS) da base de cálculo do PIS e COFINS/faturamento

 

O julgamento pelo STF do Recurso Extraordinário 574.706/PR determinou que o ICMS não pode ser incluído na base de cálculo do PIS e da COFINS, em virtude de o tributo ser receita unicamente do Estado.

 

Por pertinência jurídica da matéria e por manifestações dos Tribunais Superiores favoráveis aos contribuintes – é possível discutir judicialmente a possibilidade de exclusão, não apenas do ICMS, quanto dos demais tributos da base de cálculo do PIS e da COFINS, que, a título exemplificativa, pode estar composta com o ICMS-ST (nos casos em que figura como substituído), ISS, PIS e COFINS próprios da operação e demais tributos, analisáveis caso a caso.

 

  1. Não incidência de contribuição previdenciária RAT e contribuição de terceiros sobre verbas trabalhistas: aviso prévio indenizado, décimo terceiro proporcional ao aviso prévio indenizado e aos primeiros 15 dias de afastamento no caso de doença e acidente e terço constitucional de férias

O entendimento do Superior Tribunal de Justiça é pacífico quanto a não incidência das contribuições ora referidas sobre o terço constitucional de férias, aviso prévio indenizado e valores pagos pelo empregador ao empregado pelos primeiros 15 dias de afastamento antecedentes ao auxílio doença ou acidente. Quanto as férias gozadas e décimo terceiro salário proporcional ao aviso prévio indenizado ainda há divergência.

Clique abaixo e conheça outras ações judiciais que objetivam a redução e recuperação de tributos sobre serviços de praticagem.

Para mais informações, entre em contato com a equipe da Amaral, Yazbek Advogados!

Leia também

  • 18-03-2019
JUSTIÇA DE SP VOLTA A AFASTAR ICMS NA IMPORTAÇÃO DE CARROS PARA USO PRÓPRIO
  É ilegal a cobrança de ICMS em importação de bem destinado a contribuinte não habitual baseada na Lei paulista 11.001/2001. Isso porque o Supremo Tribunal Federal já decidiu que essa cobrança, instituída pela Emenda Constitucional 33/2...
  • 15-03-2019
CONTRIBUINTES AJUIZARAM 25 MIL AÇÕES PARA EXCLUIR ICMS DO PIS E DA COFINS
  Dois anos depois do julgamento que excluiu o ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins, o Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não analisou o recurso (embargos de declaração) apresentado no caso. Enquanto isso, cerca de 25 mil contribuintes ...
  • 14-03-2019
STF COMEÇA A JULGAR INCIDÊNCIA DE PIS E COFINS EM IMPORTAÇÕES PORTUÁRIAS
    Empresa que operou por conta e ordem de terceiros só deve pagar PIS e Confins sobre o valor da prestação de serviços, e não sobre o valor total da operação de importação. Esse foi o voto do ministro Dias Toffoli, nesta quarta-feira (13...
  • 13-03-2019
NOVA LEI INSTITUI CPF COMO DOCUMENTO ÚNICO NO ÂMBITO FEDERAL
    O Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é um instrumento suficiente e substitutivo para o cidadão brasileiro que quiser usufruir de informações e serviços públicos no âmbito federal. A norma foi publicada nesta terça-feira (12/3), no Di...